sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

O destino é uma rajada forte (9ª parte)


Lara e João já se encontravam a caminho da cidade. Um pesado silêncio ocupou todo o ambiente do carro.
Ninguém falava e enquanto João ia de olhos postos na estrada, o seu pensamento estava muito longe dali.
A sua cabeça permanecia em Évora, João relembrava vezes sem conta toda a conversa que tinha tido ainda á bem pouco tempo atrás.Nem queria acreditar que a mulher da sua vida estava ali ao seu lado e que estava prestes a perde-la. Mas a sua boca teimava em não se mexer e a sua cabeça não rodava, ele simplesmente perdeu o controlo do seu corpo.
Já Lara, virada para a janela, foi todo o caminho a chorar. Sabia que uma única frase poderia mudar tudo, ou não. Pois no fundo não acreditava que João fosse capaz de a deixar recusar esta oportunidade para ficar com ele, embora não tenha sido isso que tenha dado a entender na casa de Évora.
Ao longe, começou-se a ver a casa de Lara, e nesse momento começou a ser difícil para ambos respirar, Lara levou a mão ao peito e fazendo força esperava que a dor passa-se. Mas não passou.
João parou o carro e não se mexeu, continuou duro como uma pedra a olhar para a frente.
Lara olhou para João e tocando-lhe a face, vira-o para si e dá lhe uma beijo, o último. De seguida pega na sua mochila e sai a correr em direcção a casa. João pousa a cabeça no volante e deixa por instantes a buzina a tocar. Chora, não aguenta mais e chora todas as lágrimas que prendeu durante todo o caminho.

(continua)

27 comentários:

  1. Ahhh, que difícil para os dois, não é mesmo.? Nessas horas tem de ser muito forte :|

    Está ótima a estória, meu anjo, espero pela continuação **

    ResponderEliminar
  2. mas agora, só tens é de ser forte e do pouco que sei de ti, tenho a certeza que és !

    ResponderEliminar
  3. sim, o que disses te tambem se aplica a mim :)

    ResponderEliminar
  4. Escreves muito bem (:
    Li cada parte. Simplesmente, ADOREI! Continua.

    ResponderEliminar
  5. que liindo :|
    tens tanto jeito para escrever querida. Continua, estou a gostar imenso desta história...

    ResponderEliminar
  6. não percebi, estás apaixonada por quem ? ;s

    ResponderEliminar
  7. óh, isso é porque tu és uma menina linda :$

    ResponderEliminar
  8. É sim, meu amor. E é mesmo uma pena. Mas quando, enfim, tudo isto acabar, irei voltar, e espero que com boas notícias (:

    Beijinhos meu anjo **

    ResponderEliminar
  9. Oh princesa, te amo, também vou sentir tua falta :|

    ResponderEliminar
  10. é pior deixar de falar com ele. afastar-me dele para o esquecer. is´so é que eu não conseguia x)

    ResponderEliminar
  11. Mas, olha que Espanhol não é muito diferente do Português querida :b

    ResponderEliminar
  12. Sim, é normal também quando não estás habituada a ler ou a escrever querida (:

    ResponderEliminar
  13. Tens muito jeito, parece ser uma historia interessante.. :)

    ResponderEliminar
  14. Que história linda querida :D
    adorei :D
    quero ver o que aconteceu :D

    ResponderEliminar
  15. . se há aqui alguém que tem de agradecer alguma coisa, esse alguém sou eu, por toda a ajuda que já me deste e continuas a dar ... sabes uma coisa ? cansei-me ! disse-lhe que gostava dele e disse que se calhar não devia ter tentado reaproximar-me dele ... ele perguntou porquê, eu respondi-lhe que tinha medo de sofrer de novo por me estar a apaixonar cada vez mais por ele ... e agora ? estou à espera de uma resposta ...

    ResponderEliminar