terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Eu acredito no amor, apenas não quero amar agora.

Eu quero, eu desejo, eu preciso, eu mereço paz.
Foste apenas um sonho bom que acabou num verdadeiro pesadelo. Mas como todos os sonhos e pesadelos, eles acabam e os meus não foram diferentes. O meu sonho acabou, e o meu pesadelo está a destruir-se. Se já está destruído? Não, não está, mas não tenho pressa. E agora em relação a Ti C* estás realmente proibido de te apaixonares, não quero saber se isso não se controla. Se não queres sofrer, não te apaixones por mim.
Não te vou usar para seres o meu refugio Dele, nunca faria isso. Eu vou esquece-lo sozinha e à minha maneira. Não quero a tua ajuda e não te quero demasiado perto.


Se acredito no amor? Acredito.
Apenas não o procuro e nem quero que ele me encontre.

20 comentários:

  1. Querida então? não fiques assim ai :s
    Vais ver que tudo com o tempo passa eu acredito nisso e tu es forte linda :D
    Beijinhos e acredita que sim :D

    ResponderEliminar
  2. que lindo.. vai tudo correr bem, sabes disso não sabes? :)

    ohh pessimista, eu? nada disso :p
    já estou tão habituada a pequenas paixões que já não doi muito no seu final..

    ResponderEliminar
  3. mesmo querida.
    concordo com este teu post, eu tbm quero e preciso dele, mas tenho medo de mais uma vez me magoar..

    ResponderEliminar
  4. oh querida está tão lindo *-*
    gosto mesmo da maneira como escreves :)

    ResponderEliminar
  5. Eu já aceitei! E estou lá à tua espera!
    Gosto da música. Yiruma?

    ResponderEliminar
  6. ainda bem que nao vais usar ninguem , isso é muito bom ! ;$

    ResponderEliminar
  7. antes de arrancares noutra relação, cura primeiro as feridas e as magoas se não pode correr e assim já são 3 a sair magoados =/

    ResponderEliminar
  8. que lindo <3
    espero que tudo fique bem..

    ResponderEliminar
  9. a tua maneira de pensar é tão semelhante, tão familiar, que me identifico bastante contigo!

    ResponderEliminar
  10. tu e eu! p mim, chegou dessas merdas todas. cada vez me deixam pior, e isto n vai continuar assim..

    ResponderEliminar
  11. não podia concordar mais com este post em vários sentidos, sei bem o que é precisar de paz, o que é fugir do amor para não nos magoarmos. espero que consigas fugir dele enquanto assim quiseres e precisares, um dia vais chamar por ele, aposto (:

    ResponderEliminar
  12. adoro que penses no tal C*. podías simplesmente só pensar em ti, mas atreveste a pensar nos dois, mesmo depois de teres saído de uma situação que me pareceu difícil, mesmo que não saiba o que realmente se passou.
    ps.: gosto tanto da tua maneira de escrever!

    ResponderEliminar
  13. Estou mesmo exausta querida, de tudo
    Só me apetece enfiar a cabeça na almofada e desligar-me parcialmente por uns tempinhos.

    Obrigado pela preocupação princesa ♥

    ResponderEliminar
  14. Ha pessoas que realmente não se tocam :s

    Acho que sim, que deves criar um selinho oficial para o blog :')

    ResponderEliminar
  15. Uma coisa é verdade... Não precisamos de procurar por ele... Por quando menos esperarmos ele simplesmente aparece em forma de príncipe e aí sim, vale a pena aproveita-lo ao máximo...
    Não te desacredites do amor... Isso não!!!

    Cantinho aconchegante... Quero seguir mas não vejo seguidores.... ****

    ResponderEliminar
  16. mesmo, o melhor é mesmo afastarmo-nos disso.. :)

    ResponderEliminar
  17. Quando menos esperava descobri uma coisa horrível, e estou num estado que nem pensei ser possível. Vai levar algum tempo até passar, se passar...

    "Eu acredito no amor, apenas não quero amar agora" como compreendo. Fazes bem em não te envolver com outra pessoa enquanto ainda estás a tentar esquecer outra. Nestas alturas precisas é de sossego e não de mais problemas. Força :)

    ResponderEliminar