quarta-feira, 2 de março de 2011

It's the end. I hope

Flávio: Ya mas com medo ninguém evolui não é? Quem tem medo não arrisca, apenas isso.
Eu: Pois , mas por ignorar o medo e tudo estou onde estou. Portanto ás vezes é melhor ouvir o medo.
Flávio: Será que algum dia vamos ficar bem?
Eu: Quando eu te esquecer.
Flávio: Secalhar se tivesses que esquecer já tinhas esquecido.
Eu: (não respondi)
Flávio: Desculpa ter-te dito aquilo mas é o que penso. Corrige-me se estiver errado se faz favor.
Eu: E se fosse para ficarmos bem também já tínhamos ficado. Da maneira que falas até parece que não queres que te esqueça
Flávio: Não é não querer que me esqueças mas tipo a mim não me cabe na cabeça dizerem que gostam e não terem pelo menos vontade de se relacionarem com essa pessoa :xx
Eu: Eu acho que é absolutamente normal quando já te envolves-te com essa pessoa e deu para o torto, tu quereres esquece-la.
Flávio: E vais contra o que sentes?
Eu: Já faço isso á mais de um mês.
Flávio: Pois fazes, mas não me venhas dizer que te sentes bem assim, porque não é verdade.
Eu: Pois não, nada bem mesmo. Mas ser tua amiga não ia mudar em nada o que sinto, nem me ia fazer melhor.
Flávio: Será que não? Tudo pode ser diferente.
Eu: Não porque tu não sentes o mesmo.
Flávio: Se tu o dizes. Ignorar para o resto da vida não é solução.
Eu: Isso é o que é. É o que tu me mostras. E não é para o resto da vida. Eu acredito que quando as aulas acabarem será tudo muito mais fácil.
Flávio: Isso é o que tu dizes. Se gostas de uma pessoa com quem nem sequer te davas e num mês não conseguis-te esquecer, não sei não.
Eu: Não vou gostar de ti para sempre.
Flávio: Óbvio que não, Também não disse nada disso, ou disse? Eu só acho que estás a dizer nunca e não sabes o futuro.
Eu: O meu futuro contigo? Já tive uma amostra.
Flávio: Uma amostra? Tudo bem oh Catarina, eu acho piada a isto. Enquanto aconteciam as coisas era tudo bom e maravilhoso e depois acabou e já foi uma merda.
Eu: Aí é que está. Foi bom para mim, foi maravilhoso e perfeito para mim, porque se também tivesse sido para ti não tomavas a decisão que tomas-te, nem tinhas perdido o que tínhamos. Quem gosta cuida, protege, preocupa-se. E tu não fizes-te nada disto.
Flávio: Eu nunca me preocupei contigo pois não? Tudo bem que errei Catarina, mas agora também não me podes culpar de tudo...
Eu:Preocupaste-te? Por isso fizes-te o que fizes-te.
Flávio: Ao longo da nossa amizade nunca me preocupei contigo? Desculpa lá Catarina mas agora não estas a ser correcta.
Eu:Ai agora estamos a falar da nossa amizade?
Flávio: Eu estou a falar de tudo. Só escrevi amizade, mas é tudo.


TUDO? Tu acabas-te com tudo. E agora? Agora vamos seguir em frente, mas por caminhos separados.

9 comentários:

  1. O que me parece, muito sinceramente é que ele quer que continues a gostar dele, e mesmo assim ele não te iria tratar como mereces ou 'ficar contigo' querida...

    Acho que estás bem melhor como estás :)

    ResponderEliminar
  2. porque há rapazes que, para se exibirem, gostam de ter as raparigas nas mãos deles princesa

    ResponderEliminar
  3. olha eu acho qe ele so quer que tu gostes dele mais nada , so pra se sentir bem . mas acho qe tu estas muito bem com o c* pelo que escreves aqui . e parece.me ser melhor pessoa , pelo menos parece . isto é so o que acho pelo que costumo ler , nao quero julgar ninguem , so estou a dar a minha opiniao ;s

    ResponderEliminar
  4. Sim, mas quando vemos a vida através da janela parece que é tudo tão fácil e depois vivemo-la e mudamos de opinião acerca dessa facilidade.

    ResponderEliminar
  5. Tens um selo à tua espera no meu blog :)

    bjo

    ResponderEliminar